Dr Rocha

Médico, Palestrante, Pesquisador e Apaixonado em Ensinar as Pessoas como Alcançar um Corpo Saudável e Equilibrado

Informe seu e-mail abaixo para continuar.

Copyright © Tem Tratamento. Todos os Direitos Reservados.

Rocha e Stein LTDA-ME • CNPJ: 21.502.830/0001-97

Termos de Uso

Esse blog é um representante autorizado do site oficial do Médico brasileiro Dr. Rocha. E trata-se de um serviço interativo oferecido em por meio de página eletrônica na internet que oferece informações sobre emagrecimento saudável, saúde e alimentação a partir da integração de diversas fontes de informações confiáveis e que estão alinhadas a opinião profissional e pessoal do autor.


O acesso a esse blog representa a aceitação expressa e irrestrita dos termos de uso abaixo descritos. Se você não concorda com os termos, por favor, não acesse nem utilize este website.


O visitante poderá usar este site apenas para finalidades lícitas. Este espaço não poderá ser utilizado para para publicar, enviar, distribuir ou divulgar conteúdos ou informação de caráter difamatório, obsceno ou ilícito, inclusive informações de propriedade exclusiva pertencentes a outras pessoas ou empresas, bem como marcas registradas ou informações protegidas por direitos autorais, sem a expressa autorização do detentor desses direitos. Ainda, o visitante não poderá usar esse site para obter ou divulgar informações pessoais, inclusive endereços na Internet, sobre os usuários do site.


Esse site empenha-se em manter a qualidade, atualidade e autenticidade das informações do site, mas seus criadores e colaboradores não se responsabilizam por eventuais falhas nos serviços ou inexatidão das informações oferecidas.


O usuário não deve ter como pressuposto que tais serviços e informações são isentos de erros ou serão adequados aos seus objetivos particulares. Os criadores e colaboradores tampouco assumem o compromisso de atualizar as informações, e reservam-se o direito de alterar as condições de uso ou preços dos serviços e produtos oferecidos no site a qualquer momento.


O acesso ao site é gratuito. Poderemos criar áreas de acesso exclusivo aos seus clientes ou para terceiros especialmente autorizados.


Os criadores e colaboradores desse site poderão a seu exclusivo critério e em qualquer tempo, modificar ou desativar o site, bem como limitar, cancelar ou suspender seu uso ou o acesso. Também estes Termos de Uso poderão ser alterados a qualquer tempo. Visite regularmente esta página e consulte  os Termos então vigentes. Algumas disposições destes Termos podem ser substituídas por termos ou avisos legais expressos localizados em determinadas páginas deste site.


Erros e falhas


Os documentos, informações, imagens e gráficos publicados neste site podem conter imprecisões técnicas ou erros tipográficos. Em nenhuma hipótese o diabetescontrolada.com.br e/ou seus respectivos fornecedores serão responsáveis por qualquer dano direto ou indireto decorrente da impossibilidade de uso, perda de dados ou lucros, resultante do acesso e desempenho do site, dos serviços oferecidos ou de informações disponíveis neste site. O acesso aos serviços, materiais, informações e facilidades contidas neste website não garante a sua qualidade.


Limitação da responsabilidade


Os materiais são fornecidos neste website sem nenhuma garantia explícita ou implícita de comercialização ou adequação a qualquer objetivo específico. Em nenhum caso o diabetescontrolada.com.br ou os seus colaboradores serão responsabilizados por quaisquer danos, incluindo lucros cessantes, interrupção de negócio, ou perda de informação que resultem do uso ou da incapacidade de usar os materiais. O diabetescontrolada.com.br não garante a precisão ou integridade das informações, textos, gráficos, links e outros itens dos materiais.


Esse site não é responsável pela violação de direitos autorais decorrente de informações, documentos e materiais publicados neste website, comprometendo-se a retirá-los do ar assim que notificado da infração.


Informações enviadas pelos usuários e colaboradores


Qualquer material, informação, artigos ou outras comunicações que forem transmitidas, enviadas  ou publicadas neste site serão considerados informação não confidencial, e qualquer violação aos direitos dos seus criadores não será de responsabilidade do diabetescontrolada.com.br .É terminantemente proibido transmitir, trocar ou publicar, através deste website, qualquer material de cunho obsceno, difamatório ou ilegal, bem como textos ou criações de terceiros sem a autorização do autor. Esse site reserva-se o direito de restringir o acesso às informações enviadas por terceiros aos seus usuários.


Esse site poderá, mas não é obrigado, a monitorar, revistar e restringir o acesso a qualquer área no site onde usuários transmitem e trocam informações entre si, incluindo, mas não limitado a, salas de chat, centro de mensagens ou outros fóruns de debates, podendo retirar do ar ou retirar o acesso a qualquer destas informações ou comunicações.  Porém, o  site não é responsável pelo conteúdo de qualquer uma das informações trocadas entre os usuários, sejam elas lícitas ou ilícitas.


Links para sites de terceiros


Os sites apontados não estão sob o nosso controle que não é responsável pelo conteúdo de qualquer outro website indicado ou acessado por meio do  nosso site reserva-se o direito de eliminar qualquer link ou direcionamento a outros sites ou serviços a qualquer momento. O nosso site não endossa firmas ou produtos indicados, acessados ou divulgados através deste website, tampouco pelos anúncios aqui publicados, reservando-se o direito de publicar este alerta em suas páginas eletrônicas sempre que considerar necessário.


Direitos autorais e propriedade intelectual


Os documentos, conteúdos e criações contidos neste website pertencem aos seus criadores e colaboradores. A autoria dos conteúdo, material e imagens exibidos no  nosso site é protegida por leis nacionais e internacionais. Não podem ser copiados, reproduzidos, modificados, publicados, atualizados, postados, transmitidos ou distribuídos de qualquer maneira sem autorização prévia e por escrito do Dr. Rocha.


As imagens contidas neste website são aqui incorporadas apenas para fins de visualização, e, salvo autorização expressa por escrito, não podem ser gravadas ou baixadas via download. A reprodução ou armazenamento de materiais recuperados a partir deste serviço sujeitará os infratores às penas da lei.


O nome do nosso site , seu logotipo, o nome de domínio para acesso na Internet, bem como todos os elementos característicos da tecnologia desenvolvida e aqui apresentada, sob a forma da articulação de bases de dados, constituem marcas registradas e propriedades intelectuais privadas e todos os direitos decorrentes de seu registro são assegurados por lei. Alguns direitos de uso podem ser cedidos pelo Dr. Rocha, em contrato ou licença especial, que pode ser cancelada a qualquer momento se não cumpridos os seus termos.


As marcas registradas do só podem ser usadas publicamente com autorização expressa. O uso destas marcas registradas em publicidade e promoção de produtos deve ser adequadamente informado.


Reclamações sobre violação de direitos autorais


Respeitamos a propriedade intelectual de outras pessoas ou empresas e solicitamos aos nossos membros que façam o mesmo. Toda e qualquer violação de direitos autorais deverá ser notificada ao [email protected] e acompanhada dos documentos e informações que confirmam a autoria.


Leis aplicáveis


Este site é controlado e operado pelo Dr.Rocha a partir de seu escritório na cidade de Jijoca de Jericoacoara estado do Ceará e não garante que o conteúdo ou materiais estejam disponíveis para uso em outras localidades. Seu acesso é proibido em territórios onde o conteúdo seja considerado ilegal. Aqueles que optarem por acessar este site a partir de outras localidades o farão por iniciativa própria e serão responsáveis pelo cumprimento das leis locais aplicáveis. Os materiais não deverão ser usados ou exportados em descumprimento das leis brasileiras sobre exportação. Qualquer pendência com relação aos materiais será dirimida pelas leis brasileiras.


O acesso ao site representa a aceitação expressa e irrestrita dos termos de uso acima descritos.


Termos de Garantias Como ciente e visto no vídeo de apresentação, o aluno tem por direito a garantia INCONDICIONAL de devolução, caso não obtenha resultados ou mesmo que esteja insatisfeito. E, um adicional de 30 dias para uma garantia de apoio e suporte, para a equipe entender e orientar caso haja dificuldades em seguir o método. Esse treinamento ou material digital, não tem como objetivo substituir consultas clinicas ou mesmo recomendações médicas.

Política de Privacidade

Esta Política de Privacidade foi elaborada visando zelar pela confidencialidade, privacidade e proteção dos dados pessoais dos visitantes deste site e dos usuários de nossos serviços, protegendo essas informações de perdas, uso impróprio, acesso não autorizado, alteração e destruição. 1. Coleta e Uso das Informações O acesso a este Site poderá ser condicionado ao cadastramento do visitante, quando então serão solicitadas informações capazes de identificá-lo e possibilitar o contato com nossos usuários. Ao decidir fornecer seus dados, o usuário declara conhecer e aceitar os termos da presente Política. O Site também recebe e armazena automaticamente, por meio de cookies, informações sobre as atividades do navegador, incluindo endereço IP e a página acessada. Estes registros de atividades (logs) serão utilizados apenas para fins estatísticos e de métricas dos serviços disponibilizados. O usuário tem ciência e concorda que as informações coletadas serão utilizadas para os seguintes propósitos: (a) informar a respeito de novos conteúdos, notícias e eventos; (b) atualização das informações de contato; (c) otimizar a usabilidade e a experiência interativa durante a navegação do usuário no Site; (d) elaborar estatísticas gerais, sem que haja identificação dos usuários; (e) responder às dúvidas e solicitações do próprio usuários; e (f) obedecer determinações legais ou judiciais. Também nos reservamos o direito de utilizar tais registros, de forma individualizada, em casos de investigação de ilícitos civis ou criminais, especialmente quando houver suspeita de fraude, ataques de hackers, alterações no sistema ou acesso indevido à informações protegidas e dados cadastrais de outros usuários. 2. Guarda e Responsabilidade pelas Informações Coletadas Qualquer informação fornecida pelos usuários será obtida e armazenada de acordo com os mais rígidos padrões de segurança e confiabilidade. Envidaremos nossos melhores esforços na manutenção da integridade das informações que nos forem fornecidas, razão pela qual não somos responsáveis pelos danos decorrentes do seu acesso e/ou utilização por terceiros estranhos. O acesso às informações coletadas é restrito aos colaboradores e pessoas autorizadas. Aqueles que se utilizarem indevidamente essas informações, em violação desta Política de Privacidade, estarão sujeitos à sanções administrativas e disciplinares, sem exclusão das medidas legais cabíveis. A não ser por determinação legal ou judicial, as informações dos usuários cadastrados neste Site jamais serão transferidas a terceiros ou usadas para finalidades diferentes daquelas para as quais foram coletadas. Todos os dados pessoais coletados serão incorporados ao banco de dados deste Site, sendo seu responsável a mLiv ME (CNPJ: 21.502.830/0001-97). 3. Informações, Opiniões e Conteúdos gerados por Terceiros Este Site possibilita a participação de visitantes/usuários através de comentários, troca de informações, publicação de conteúdos gerados por terceiros e divulgação de anúncios publicitários. Os visitantes, usuários e anunciantes ficam desde já cientes de que não devem publicar informações, opiniões ou conteúdos imorais, ilegais, racistas, difamatórios, injuriosos, pornográficos, criminosos, ou qualquer conteúdo que viole os direitos do autor. Ficam cientes ainda que as informações, conteúdos ou opiniões fornecidos ou publicados livremente neste Site, à exceção das informações pessoais solicitadas para fins de cadastro, NÃO SERÃO SIGILOSAS NEM ESTÃO PROTEGIDAS POR ESTA POLÍTICA DE PRIVACIDADE, podendo ser livremente acessadas e visualizadas por outros visitantes e usuários. Ficam também vedados anúncios publicitários ou qualquer divulgação sobre produtos, serviços ou eventos que desrespeitem a lei, a moral e os bons costumes. Os responsáveis por este Site não se responsabilizam pelas informações, opiniões e conteúdos gerados por terceiros, e tampouco pela qualidade ou veracidade dos produtos, serviços ou eventos divulgados através do Site.  Qualquer manifestação, reprodução ou publicação imoral ou ilegal deverá ser notificada aos organizadores deste site e será imediatamente removida. A notificação deverá ser encaminhada para o endereço dos responsáveis pelo site (tópico anterior) ou para o seguinte endereço eletrônico:[email protected]drrocha.com.br. 4. Responsabilidade dos Usuários É de responsabilidade do usuário a guarda de sua senha e de seu login de acesso. Não é recomendada a utilização de senhas óbvias, como datas especiais, nomes ou sequências numéricas. Caso o usuário tome conhecimento ou apenas suspeite que sua senha foi descoberta, ele deverá alterá-la em sua página de cadastro. Temos o compromisso de proteger a privacidade on-line de crianças. Eventuais cadastros de menores ocorrerão apenas para fins de participação em áreas restritas do site com conteúdos educacionais. Os dados dos menores só serão utilizados para resposta a consultas, dúvidas acadêmicas, agendamento de palestras em escolas ou por motivo de estatísticas gerais. Recomendamos ainda que o menor esteja sempre sob a orientação e supervisão de seus responsáveis, que poderão, a qualquer tempo, solicitar o cancelamento do cadastro. Esta Política está sujeita a constantes melhorias e aprimoramentos. Desse modo, recomendamos sua periódica consulta.

Estudos e Artigos Científicos Citados no Vídeo

  1. Westman EC, et al. The effect of a low-carbohydrate, ketogenic diet versus a low- glycemic index diet on glycemic control in type 2 diabetes mellitus. Nutr. Metab (Lond.)2008 Dec 19;5:36.
  2. Daly ME, et al. Short-term effects of severe dietary carbohydrate-restriction advice in Type 2 diabetes–a randomized controlled trial. Diabet Med. 2006 Jan;23(1):15–20.
  3. Gardner CD, et al. Comparison of the Atkins, Zone, Ornish, and learn Diets for Change in Weight and Related Risk Factors Among Overweight Premenopausal Women. The a to z Weight Loss Study: A Randomized Trial. JAMA. 2007;297:969–977.
  4. Yancy WS Jr, et al. A Low-Carbohydrate, Ketogenic Diet versus a Low-Fat Diet To Treat Obesity and Hyperlipidemia. A Randomized, Controlled Trial. Ann Intern Med. 2004;140:769–777.
  5. Samaha FF, et al. A Low-Carbohydrate as Compared with a Low-Fat Diet in Severe Obesity. N Engl J Med 2003;348:2074–81.
  6. Brehm BJ, et al. A Randomized Trial Comparing a Very Low Carbohydrate Diet and a Calorie-Restricted Low Fat Diet on Body Weight and Cardiovascular Risk Factors in Healthy Women. J Clin Endocrinol Metab 2003;88:1617–1623.
  7. ATHEROSCLEROSIS AND THE FAT CONTENT OF THE DIET I. H. Page, M.D.; F. J. Stare, M.D.; A. C. Corcoran, M.D.; H. Pollack, M.D.; C. F. Wilkinson Jr., M.D. JAMA. 1957;164(18):2048-2051. doi:10.1001/jama.1957.62980180004013.
  8. Multiple Risk Factor Intervention Trial Risk Factor Changes and Mortality Results JAMA. 1982;248(12):1465-1477. doi:10.1001/jama.1982.03330120023025. jama.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=377969
  9. Low-Carb vs. Low-Fat — What Does Research Show? www.lifetime-weightloss.com/blog/2012/7/7/low-carb-vs-low-fat-what-does-research-show.html
  10. Low-carb diet gets more support from new analysis By Nanci Hellmich, USA TODAY usatoday30.usatoday.com/news/health/story/2012-08-30/low-carb-diet/57444292/1
  11. What if Bad Fat is Actually Good for You? www.menshealth.com/health/saturated-fat?fullpage=true
  12. Carbs against Cardio: More Evidence that Refined Carbohydrates, not Fats, Threaten the Heart Whether the new thinking will be reflected in this year's revision of the federal dietary guidelines remains unclear www.scientificamerican.com/article/carbs-against-cardio/
  13. Hu FB. Sugar-sweetened beverages and risk of metabolic syndrome and type 2 diabetes: a meta-analysis. Diabetes Care. 2010;33:2477–83. Clique Aqui
  14. Lustig RH. The role of fructose in the pathogenesis of NAFLD and the metabolic syndrome. Nat Rev Gastroenterol Hepatol. 2010;7:251–64. Clique Aqui
  15. Kelley DS. Low-fat diets do not lower plasma cholesterol levels in healthy men compared to high-fat diets with similar fatty acid composition at constant caloric intake. Lipids. 1995;30:969–76. Clique Para Ler na Integra
  16. Beneficial effect of low carbohydrate in low calorie diets on visceral fat reduction in type 2 diabetic patients with obesity. Miyashita Y1, Koide N, Ohtsuka M, Ozaki H, Itoh Y, Oyama T, Uetake T, Ariga K, Shirai K. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15331203
  17. In type 2 diabetes, randomisation to advice to follow a low-carbohydrate diet transiently improves glycaemic control compared with advice to follow a low-fat diet producing a similar weight loss www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3390696/
  18. Effects of a moderate low-carbohydrate diet on preferential abdominal fat loss and cardiovascular risk factors in patients with type 2 diabetes www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3138148/
  19. Low-carbohydrate diet review: shifting the paradigm. Hite AH1, Berkowitz VG, Berkowitz K. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21586415
  20. High-protein low-carbohydrate diets: what is the rationale? Busetto L, Marangon M, De Stefano F. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21309052
  21. Weight-loss diets in people with type 2 diabetes and renal disease: a randomized controlled trial of the effect of different dietary protein amounts1,2,3,4 ajcn.nutrition.org/content/98/2/494.abstract
  22. Weight and Metabolic Outcomes After 2 Years on a Low-Carbohydrate Versus Low-Fat Diet A Randomized Trial www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2949959/
  23. Dietary strategies for patients with type 2 diabetes in the era of multi-approaches; review and results from the Dietary Intervention Randomized Controlled Trial (DIRECT). www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20115931
  24. A randomized trial of a low-carbohydrate diet vs orlistat plus a low-fat diet for weight loss. Yancy WS Jr1, Westman EC, McDuffie JR, Grambow SC, Jeffreys AS, Bolton J, Chalecki A, Oddone EZ. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20101008
  25. Effects of a low-carbohydrate diet on glycemic control in outpatients with severe type 2 diabetes Hajime Haimoto,corresponding author1 Tae Sasakabe,2 Kenji Wakai,3 and Hiroyuki Umegaki4 www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2690585/
  26. Comparative Study of the Effects of a 1-Year Dietary Intervention of a Low-Carbohydrate Diet Versus a Low-Fat Diet on Weight and Glycemic Control in Type 2 Diabetes www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2699720/
  27. Weight Loss with a Low-Carbohydrate, Mediterranean, or Low-Fat Diet www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa0708681#t=articleTop
  28. Beneficial effects of ketogenic diet in obese diabetic subjects. Dashti HM1, Mathew TC, Khadada M, Al-Mousawi M, Talib H, Asfar SK, Behbahani AI, Al-Zaid NS. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17447017
  29. A low-carbohydrate diet may prevent end-stage renal failure in type 2 diabetes. A case report www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1523335/
  30. The metabolic response to a high-protein, low-carbohydrate diet in men with type 2 diabetes mellitus. Nuttall FQ1, Gannon MC. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16423633
  31. The case for low carbohydrate diets in diabetes management Surender K Arora1 and Samy I McFarlanecorresponding author1 www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1188071/
  32. Effect of a low-carbohydrate diet on appetite, blood glucose levels, and insulin resistance in obese patients with type 2 diabetes. Boden G1, Sargrad K, Homko C, Mozzoli M, Stein TP. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15767618
  33. A randomized study comparing the effects of a low-carbohydrate diet and a conventional diet on lipoprotein subfractions and C-reactive protein levels in patients with severe obesity. Seshadri P1, Iqbal N, Stern L, Williams M, Chicano KL, Daily DA, McGrory J, Gracely EJ, Rader DJ, Samaha FF. www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15380496
  34. Effect of a High-Protein, Low-Carbohydrate Diet on Blood Glucose Control in People With Type 2 Diabetes diabetes.diabetesjournals.org/content/53/9/2375.long
  35. “To avoid overweight, consume only as much energy as is expended; if overweight, decrease energy intake and increase energy expenditure.” Senate Select Committee on Nutrition and Human Needs (U.S.). Dietary goals for the United States. 2nd ed. Washington: Government Printing office; 1977.

Segunda Etapa de Estudos

  1. Harris Interactive,  “What  America  Thinks:  MetLife  Foundation  Alzheimer’s

Survey”. Estudo realizado  para a Fundação  MetLife,  fev. 2011. Disponível em: <https://www.metlife.com/assets/cao/foundation/alzheimers-2011.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2014.

  1. http://www.cdc.gov/brfss/.Data  from  the  Behavioral  Risk  Factor  Surveillance System reveal that nearly half of women and a third of men are dieting and about fifty million Americans pay for gym memberships.
  1. Petersen CB, Thygesen LC, Helge JW, Grønbaek M, Tolstrup JS. Time trends in physical activity in leisure time in the Danish population from 1987 to 2005. Scand J Public  Health.  2010  Mar;38(2):121-8.  Epub  2010.  Jan  11.  PubMed  PMID:20064919.
  1. http://www.cdc.gov/brfss/
  1. {4} Wooley SC, Garner DM. Dietary treatments for obesity are ineffective.

1994 Sep 10;309(6955):655-6. PubMed PMID: 8086992; PubMed Central PMCID: PMC2541482.

  1. http://www.time.com/time/health/article/0,8599,1914857,00.html#ixzz0Wz0PTtHj
  1. http://apps.who.int/bmi/index.jsp
  1. Oliver, J. Eric. Fat Politics: The Real Story behind America's Obesity Epidemic.New Ed ed. New York: Oxford University Press, USA, 2006. Print.
  1. Nestle M, Jacobson  MF.  Halting  the  obesity  epidemic:  a  public  health  policy approach.   Public   Health   Rep.   2000   Jan-Feb;115(1):12-24.   PubMed   PMID:10968581; PubMed Central PMCID: PMC1308552.
  1. Petersen CB, Thygesen LC, Helge JW, Grønbaek M, Tolstrup JS. Time trends in physical activity in leisure time in the Danish population from 1987 to 2005. Scand J Public Health.  2010  Mar;38(2):121-8.  Epub  2010  Jan  11.  PubMed  PMID:20064919.
  1. Roberts, Seth. The Shangri-La Diet: The No Hunger Eat Anything Weight-LossPlan. Chicago: Perigee Trade, 2007. Print.
  1. Annie L. Culver et al., “Statin Use and Risk of Diabetes Mellitus in PostmenopausalWomen in the Women’s Health Initiative”. Arch Intern Med., v. 172, n. 2, pp. 144- 52, 2012.
  1. Åsa Blomström et al.,  “Maternal  Antibodies  to  Dietary Antigens  and  Risk  forNonaffective Psychosis in Offspring”. American Journal of Psychiatry, 2012.
  1. Eric Steen et al., “Impaired Insulin and Insulin-like Growth Factor Expression and Signaling Mechanisms in Alzheimer’s Disease — Is This Type 3 Diabetes?” Journal of Alzheimer’s Disease, v. 7, n. 1, pp. 63-80, fev. 2005.
  1. Stunkard, A., and  M.  McClaren-Hume.  1959.  “The  Results  of  Treatment  for Obesity: A Review of the Literature and a Report of a Series.” Archives of Internal Medicine. Jan.;103(I):79-85.
  1. Stunkard, A., and  M.  McClaren-Hume.  1959.  “The  Results  of  Treatment  for Obesity: A Review of the Literature and a Report of a Series.” Archives of Internal Medicine. Jan.;103(I):79-85.
  1. P.J. Skerrett, and W.C. Willet Eat, Drink, and Be Healthy: The Harvard MedicalSchool Guide to Healthy Eating. Free Press Trade Pbk. New York City: Free Press,& Weinberg SL. The diet-heart hypothesis: a critique. J Am Coll Cardiol.2004 Mar 3;43(5):731-3. Review. PubMed PMID: 14998608.
  1. Disponível em:  <http://www.doctoroz.com/videos/alzheimers-diabetes-brain>Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Roberts, Paul. The End of Food. New York: Mariner Books, 2009.
  1. Para uma explicação  mais  detalhada  do  diabetes  tipo  3,  ver  o  artigo  de  Mark Bittman, “Is Alzheimer’s Type-3 Diabetes?”, The New York Times, 25 set. 2012. Disponível em: <http://opinionator.blogs.nytimes.com/2012/09/25/bittman-is-alzheimerstype-3-diabetes/>. Acesso em: 20 jan. 2014
  1. "Economics of the Food and Fiber System." USDA Economic Research Service - Home Page.          p.,          n.d.          Web.          13          June          2010.<http://www.ers.usda.gov/amberwaves/February04/DataFeature/>.
  1. Disponível em: <http://www.diabetes.webmd.com>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. "A word about quitting success rates." American Cancer Society; Information and Resources for Cancer: Breast, Colon, Prostate, Lung and Other Forms. p., n.d. Web. 11                                    Jan.                                   2011.<http://www.cancer.org/Healthy/StayAwayfromTobacco/GuidetoQuittingSmoking/ guide-to-quitting-smokingsuccess-rates>.
  1. Disponível em:   <http://aiafoundation.org/patients-families/facts-figures/>.Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Farnsworth E, Luscombe ND, Noakes M, Wittert G, Argyiou E, Clifton PM.Effect  of  a  high-protein,  energyrestricted  diet  on  body  composition,  glycemic control, and lipid concentrations in overweight and obese hyperinsulinemic men and women.Am J Clin Nutr. 2003 Jul;78(1):31-9.
  1. Arora SK, McFarlane  SI.  The  case  for  low  carbohydrate  diets  in  diabetes management.  Nutr  Metab (Lond).  2005  Jul 14;2:16  PubMed  PMID:  16018812; PubMed Central PMCID: PMC1188071.
  1. Disponívelem:<http://www.rhodeislandhospital.org/wtn/Page.asp?PageID=WTN000249>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível em:        <http://opinionator.blogs.nytimes.com/2012/09/25/bittman-isalzheimers-type-3-diabetes/>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível em:<http://www.CDC.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/mm6145a4.htm>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Augustin LS, Franceschi S, Jenkins DJ, Kendall CW, La Vecchia C. Glycemic index in  chronic  disease:  a  review.  Eur  J  Clin  Nutr.  2002  Nov;56(11):1049-Review. PubMed PMID: 12428171.
  1. Baba NH, Sawaya S, Torbay N, Habbal Z, Azar S, Hashim SA: High protein vs high carbohydrate hypoenergetic diet for the treatment of obese hyperinsulinemic subjects. Int J Obes23 :1202 –1206,1999.
  1. Penelope K. Elias et al., “Serum Cholesterol and Cognitive Performance in the Framingham Heart Study”. Psychosom Med., v. 67, n. 1, pp. 24-30, jan./fev. 2005.
  1. Nicolas Cherbuin et al., “Higher Normal Fasting Plasma Glucose is Associated withHippocampal Atrophy: The PATH Study”. Neurology, v. 79, n. 10, 2012, p. 1019.
  1. Disponível em<http://www.sciencedaily.com/releases/2012/09/120904095856.htm>.  Acesso  em: 20 jan.
  1. Børsheim E, Bui Q-UT, Tissier S, Kobayashi H, Ferrando AA, Wolfe RR. Effect of amino acid supplementation in insulin sensitivity in elderly. Fed Proc (in press).
  1. Brand-Miller J. Diets with a low glycemic index: From theory to practice. NutritionToday. 1999;34:64–72.
  1. Walter F. Stewart et al., “Risk of Alzheimer’s Disease and Duration of NSAID Use”. Neurology, v. 48, n. 3, pp. 626-32, mar. 1997.
  1. Angelika D. Wahner et al., “Nonsteroidal Anti-inflammatory Drugs May ProtectAgainst Parkinson Disease”. Neurology, v. 69, n. 19, pp. 1836-42, 6 nov. 2007.
  1. Jose Miguel Rubio-Perez et al., “A Review: Inflammatory Process in Alzheimer’sDisease, Role of Cytokines”. Scientific World Journal, 1 abr. 2012.
  1. William Davis, Wheat Belly. Nova York: Rodale, 2011 [Ed. bras.: Barriga de trigo.São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013].
  1. Brehm BJ, Seeley RJ, Daniels SR, D’Alessio DA: A randomized trial comparing a very low carbohydrate diet and a calorie restricted low fat diet on body weight and cardiovascular risk factors in healthy women. J Clin Endocrinol Metab88 :1617 –1623,2003.
  1. Despres JP, Moorjani S, Lupien PJ, Tremblay A, Nadeau A, Bouchard C. Regional distribution of body fat, plasmalipoproteins, and cardiovascular disease. rteriosclerosis 1990;10: 497–511.
  1. Despres JP. Dyslipidaemia and obesity. Baillieres Clin Endocrinol Metab 1994; 8:629–660.
  1. Keith O’Brien, “Should We All Go Gluten-free?”. The New York Times, 25 nov.
  2. Disponível em: <http://www.nytimes.com/2011/11/27/magazine/Should-We-AllGo-Gluten-Free.html?pagewanted=all&_r=0>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Chris Chase, “Is  Novak  Djokovic’s  New,  Gluten-free  Diet  Behind  His  WinStreak?”.       Yahoo!       Sports,       17       maio       2011.       Disponível       em: <http://sports.yahoo.com/tennis/blog/busted_racquet/post/Is-Novak-Djokovic-8217- s-new-gluten-free-diet-?urn=tenwp706>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Para um apanhado das definições básicas a respeito do glúten e de seus efeitos sobre o corpo, visite o site:<http://www.healspringholistic.com>.
  1. Gannon MC, Nuttall FQ, Saeed A, Jordan K, Hoover H. An increase in dietary protein improves the blood glucose response in persons with type 2 diabetes. Am J Clin Nutr. 2003 Oct;78(4):734-41. PubMed PMID: 14522731.
  1. Disponível em: <http://healthspringholistic.com>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. David Perlmutter, “Gluten Sensitivity and the Impact on the Brain”. Disponível em:<http://www.HuffingtonPost.com>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Harrison BC, Leinwand LA. Fighting fat with muscle: bulking up to slim down.Cell Metab. 2008 Feb;7(2):97- Review. PubMed PMID: 18249167.
  1. David Perlmutter e Alberto Villoldo, Power up your brain: The neuroscience of enlightenment. Nova York: Hay House, 2011.
  1. Drº. Alessio Fasano,  Centro  de  Pesquisa  e  Tratamento  de  Doença  Celíaca  deBoston, Departamento do Hospital Geral de Massachusetts, escreveu vários artigos sobre a sensibilidade ao glúten e suas várias formas de manifestação  - às vezes imitando outros transtornos. Seu site e suas publicações podem ser acessados em: <http://www.celiaccenter.org/>.
  1. Lasker DA, Evans EM,  Layman DK.  Moderate carbohydrate,  moderate protein weight loss diet reduces cardiovascular disease risk compared to high carbohydrate, low protein diet in obese adults: A randomized clinical trial. Nutr Metab (Lond). 2008   Nov   7;5:30.   PubMed   PMID:   18990242;   PubMed   Central   PMCID: PMC2585565.
  1. Marios Hadjivassiliou et  al.,  “Gluten  Sensitivity:  From  Gut  to  Brain”.  LancetNeurology, v. 9, n. 3, pp. 318-30, mar. 2010.
  1. Rodney P. Ford,  “The  Gluten  Syndrome:  a  Neurological  Disease”.  Medical

Hypotheses, v. 73, n. 3, pp. 438-40, set. 2009.

  1. Gianna Ferretti et al., “Celiac Disease, Inflammation and Oxidative Damage: A Nutrigenetic Approach”. Nutrients, v. 4, n. 4, pp. 243-57, abr. 2012.
  1. Christine Zioudrou et  al.,  “Opioid  Peptides  Derived  from  Food  Proteins  (the

Exorphins)”. The Journal of Biological Chemistry, v. 254, n. 7, pp. 2446-9, 10 abr. 1979.

  1. H. Lustig et al., “Public Health: The Toxic Truth About Sugar”. Nature, v. 482, n. 7383, pp. 27-9, 1 mar. 2012.
  1. Gary Taubes. Good Calories, Bad Calories: Challenging the Conventional Wisdom on Diet, Weight Control, and Disease. Nova York: Knopf, 2007.
  1. Disponível em: <http://www.nytimes.com/2011/04/17/magazine/mag-Sugart.html?pagewanted=all&_r=0>. Acesso em: 20 fev. 2014.
  1. “Sugar: The Bitter Truth”. Disponível em: <http://youtu.be/dBnniua6-oM>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Gary Taubes. Why We Get Fat: And What To Do About It. Nova York: Knopf,2010.
  1. Yaffe et al., “Diabetes, Glucose Control, and 9-year Cognitive Decline Among Older Adults Without Dementia”. Archives of Neurology, v. 69, n. 9, pp. 1170-5, set. 2012
  2. O. Roberts et al., “Association of Duration and Severity of Diabetes Mellitus With Mild Cognitive Impairment”. Archives of Neurology, v. 65, n. 8, pp. 1066-73, ago. 2008.
  1. Amy Dockser Marcus, “Mad-Cow Disease May Hold Clues to Other Neurological Disorders”. Wall Street Journal, 3 dez. 2012. Disponível em: <http://online.wsj.com/article/SB10001424127887324020804578151291509136144.html>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Stöhr et al., “Purified and Synthetic Alzheimer’s Amyloid Beta (Aβ) Prions”.Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 109, n. 27, pp. 11025-30, 3 jul. 2012.
  1. C. Maillard, “Action of Amino Acids on Sugars. Formation of Melanoidins in aMethodical Way”. Comptes Rendus, n. 154, pp. 66-8, 1912.
  1. Yaffe et al., “Diabetes, Glucose Control, and 9-year Cognitive DeclinecAmong Older Adults Without Dementia”. Archives of Neurology, v. 69, n. 9, pp. 1170-5, set. 2012.
  1. O. Roberts et al., “Association of Duration and Severity of Diabetes Mellitus With Mild Cognitive Impairment”. Archives of Neurology, v. 65, n. 8, pp. 1066-73, ago. 2008.
  1. Nicholas Wade, “Heart Muscle Renewed Over Lifetime, Study Finds”. The New York            Times,            2            abr.            2009.            Disponível            em: <http://www.nytimes.com/2009/04/03/science/03heart.html>.  Acesso  em:  20  jan. 2014.
  1. Santiago Ramón y Cajal, Cajal’s Degeneration and Regeneration of the NervousSystem. Nova York: Oxford University Press, 1991.
  1. Para um resumo de como viemos a compreender a neurogênese nos mamíferos, ver o artigo de Charles C. Gross, “Neurogenesis in the Adult Brain: Death of a Dogma”. Nature Reviews Neuroscience, v. 1, n. 1, pp. 67-73, out. 2000.
  1. S. Eriksson et al., “Neurogenesis in the Adult Human Hippocampus”. NatureMedicine, v. 4, n. 11, pp. 1313-7, nov. 1998.
  1. Norman Doidge, The Brain That Changes Itself: Stories of Personal Triumph from the Frontiers of Brain Science. Nova York: Viking, 2007. [Ed. bras.: O cérebro que se transforma: Como a neurociência pode curar as pessoas. Rio de Janeiro: Record, 2013].
  1. Lee et al., “Decreased Levels of BDNF Protein in Alzheimer Temporal Cortex ARE Independent of BDNF Polymorphisms”. Experimental Neurology, v. 194, n. 1, pp. 91-6, jul. 2005.
  1. V. Witte et al., “Caloric Restriction Improves Memory in Elderly Humans”.Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 106, n. 4, pp. 1255-60, 27 jan. 2009.
  1. P. Mattson et al., “Prophylactic Activation of Neuroprotective Stress ResponsePathways by Dietary and Behavioral Manipulations”. NeuroRx, v. 1, n. 1, pp. 111-6,jan. 2004.
  1. Disponível em:   <http://calorielab.com/news/2005/11/24/americans-eat-523-more-daily-calories-than-in-1970/>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível em:<http://www.forbes.com/sites/bethhoffman/2012/07/30/theolympics-of-overeating- which-country-eats-the-most/>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível em: <http://www.CDC.gov/ncbddd/adhd/data.html>. Acesso em: 20 jan.2014.
  1. Disponível em: <http://www.CDC.gov/nchs/slaits/nsch.htm>. Acesso em: 20 jan.

2014.

  1. Alan Schwarz e  Sarah  Cohen,  “A.D.H.D.  Seen  in  11%  of  U.S.  Children  asDiagnoses Rise”, The New York Times, caderno “Health”, publicado em 31 mar.Disponível em: <http://www.nytimes.com/2013/04/01/health/more-diagnoses-of-hyperactivity-causing-concern.html?_r=0>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Express Scripts, “America’s State of Mind”. Publicado originalmente pela Medco Health Solutions, Inc.  Disponível  em:  <http://www.toxicpsychiatry.com/storage/Psych%20Drug%20Us%20Epidemic%20Medco%20rpt%20Nov%202011.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. American Academy of Pediatrics, “Gastrointestinal Problems Common in Childrenwith                 Autism”.                 ScienceDaily.                 Disponível                em:<http://www.sciencedaily.com/releases/2010/05/100502080234.htm>.  Acesso  em: 20 jan. 2014. Ver também: L. W. Wang et al., “The Prevalence of Gastrointestinal Problems in Children Across the United States with Autism Spectrum Disorders from   Families   with   Multiple   Affected   Members”.   Journal   of  Development Behavioral Pediatrics, v. 32, n. 5, pp. 351-60, jun. 2011.
  1. Amiri et  al.,  “Pregnancy-related  Maternal  Risk  Factors  of  Attention-deficitHyperactivity Disorder: A Case-control Study”. ISRN Pediatrics, 2012.
  1. K. Akobeng et al., “Effect of Breast Feeding on Risk of Coeliac Disease: A Systematic Review and  Meta-analysis  of  Observational  Studies”.  Archives  of Disease in Childhood, v. 91, n. 1, pp. 39-43, jan. 2006.
  1. J. Blumberg et al., “Changes in Prevalence of Parent-reported Autism Spectrum Disorder in School-aged U.S. Children: 2007 to 2011–2012”. National Health Statistics Report,       n.       65,       20       mar.       2013.       Disponível       em:<http://www.CDC.gov/nchs/data/nhsr/nhsr065.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2014.
  1. J. Genuis  et  al.,  “Celiac  Disease  Presenting  as  Autism”.  Journal  of  ChildNeurology, v. 25, n. 1, pp. 114-9, jan. 2010.
  1. Whiteley et al., “A Gluten-free Diet as an Intervention for Autism and AssociatedSpectrum Disorders: Preliminary Findings”. Autism, v. 3, n. 1, pp. 45-65.
  1. J. L. Murray e A. D. Lopez. “The Global Burden of Disease: A ComprehensiveAssessment of Mortality and Disability from Diseases, Injuries and Risk Factors in 1990 and Projected to 2020”. Organização Mundial da Saúde, Genebra, Suíça, 1996. Disponível  em:  <http://www.CDC.gov/mentalhealth/basics.htm>.  Acesso  em:  20 jan. 2014.
  1. W. Smoller  et  al.,  “Antidepressant  Use  and  Risk  of Incident  Cardiovascular Morbidity and Mortality Among Postmenopausal Women in the Women’s Health Initiative Study”. Archives of Internal Medicine, v. 169, n. 22, pp. 2128-39, 14 dez.2009.
  1. Disponívelem: <http://www.naturalnews.com/032125_statins_memory_loss.html>.Acesso em: 20 fev. 2014.
  1. James M. Greenblatt,  “Low  Cholesterol  and  its  Psychological  Effects:  LowCholesterol  is  Linked  to  Depression,  Suicide,  and  Violence”.  Disponível  em: <http://www.psychologytoday.com/blog/the-breakthrough-depression- solution/201106/low-cholesterol-and-its-psychological-effects>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. H. Steegmans et al., “Higher Prevalence of Depressive Symptoms in Middle-aged Men With Low Serum Cholesterol Levels”. Psychosomatic Medicine, v. 62, n. 2, pp. 205-11, mar./abr. 2000.
  1. M. Pérez-Rodríguez et al., “Low Serum Cholesterol May Be Associated with Suicide Attempt History”. Journal of Clinical Psychiatry, v. 69, n. 12, pp. 1920-7, dez. 2008.
  1. A. Boscarino  et  al.,  “Low  Serum  Cholesterol  and  External-cause  Mortality: Potential Implications for Research and Surveillance”. Journal of Psychiatric Research, v. 43, n. 9, pp. 848-54, jun. 2009.
  1. Disponível em: <http://www.medscape.com/viewarticle/741999>.Acesso  em:  20 jan. 2014.
  1. Ciacci et al., “Depressive Symptoms in Adult Coeliac Disease”. ScandinavianJournal of Gastroenterology, v. 33. n. 3, pp. 247-50, mar. 1998.
  1.  Briani   et   al.,   “Neurological   Complications   of  Celiac   Disease   andAutoimmune Mechanisms: A Prospective Study”. Journal of Neuroimmunology, v. 195, n. 1-2, pp. 171-5, mar. 2008.
  1. Disponível  em:      <http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=gut- second-brain>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Siwek et al., “Zinc Supplementation Augments Efficacy of Imipramine in Treatment Resistant Patients: A Double Blind, Placebo-controlled Study”. Journal of Affective Disorders, v. 118, n. 1-3, pp. 187-95, nov. 2009.
  2. Karlsson et al., “Maternal Antibodies to Dietary Antigens and Risk for Nonaffective Psychosis in Offspring”. American Journal of Psychiatry, v. 169, n. 6, pp. 625-32, jun. 2012.
  1. Grace Rattue, “Schizophrenia Risk in Kids Associated with Mothers’ GlutenAntibodies”.      Disponível      em:    <http://www.medicalnewstoday.com/articles/ 245484.php>. Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível  em:  <http://www.webmd.com/migraines-headaches/default.htm>.Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. Disponível em: <http://www.celiaccenter.org/>.Acesso em: 20 jan. 2014.
  1. F. Cahill Jr. e R. L. Veech, “Ketoacids? Good medicine?”. Transactions ofthe American Clinical and Climatological Association, n. 114, pp. 149-61, 2003.
  1. Zuccoli et al., “Metabolic Management of Glioblastoma Multiforme Using Standard Therapy Together with a Restricted Ketogenic Diet: Case Report”. Nutrition & Metabolism, n. 7, p. 33, 22 abr. 2010.
  1.  E.  Anglin  et  al.  “Vitamin  D  Deficiency  and  Depression  in  Adults:Systematic Review and Meta-analysis”. British Journal of Psychiatry, n. 202, pp. 100-7, fev. 2013.
  1. W. Cotman et al., “Exercise Builds Brain Health: Key Roles of Growth Factor Cascades and Inflammation”. Trends in Neuroscience, v. 30, n. 9, pp. 464- 72, set. 2007. Ver também: Universidade de Edimburgo, “Exercise the Body to Keep   the   Brain   Healthy,   Study   Suggests”.   ScienceDaily.   Disponível   em:<http://www.sciencedaily.com/releases/2012/10/121022162647.htm>.  Acesso  em: 20 jan. 2014.
  1. Weuve et al., “Physical Activity, Including Walking, and Cognitive Function in Older Women”. jama, v. 292, n. 12, pp. 1454-61, 22 set. 2004.
  1. Nora T. Gedgaudas, Primal Body, Primal Mind: Beyond the Paleo Diet forTotal Health and a Longer Life. Rochester, Vermont: Healing Arts Press, 2011.Gray e B. Griffin,
  1. S. Government Printing Office: Stock No. 052-070-03913-2/catalog No. Y 4.N95:D 63/3 accessed at http://zerodisease.com/archive/Dietary_Goals_For_The_United_States.pdf
  1. S. Department of Agriculture and U.S. Department of Health and Human Services. Nutrition and Your Health: Dietary Guidelines for Americans. Home and Garden Bulletin No. 232, 1980.
  1. Flegal KM1, Carroll MD, Kuczmarski RJ, Johnson CL. Overweight and obesity in the United States: prevalence and trends, 1960-1994. Int J Obes Relat Metab Disord. 1998;22(1):39-47.
  1. Hedley AA1, Ogden CL, Johnson CL, Carroll MD, Curtin LR, Flegal KM Prevalence of overweight and obesity among US children, adolescents, and adults, 1999-2002. JAMA. 2004;291(23):2847-50.
  2. Flegal KM1, Carroll MD, Kit BK, Ogden CL. Prevalence of obesity and trends in the distribution of body mass index among US adults, 1999-2010. JAMA. 2012;307(5):491-7.
  3. Aldhahi W, Hamdy O. Adipokines, inflammation, and the endothelium in diabetes. Curr Diab Rep. 2003;3(4):293-8.
  1. Osler W & McCrae T, The Principles and Practice of Medicine, 1923; Westman EC, Perspect Biol Med, 2006
  1. Yancy WS Jr1, Olsen MK, Guyton JR, Bakst RP, Westman EC. A low-carbohydrate, ketogenic diet versus a low-fat diet to treat obesity and hyperlipidemia: a randomized, controlled trial. Ann Intern Med. 2004;140(10):769-77.
  1. Gannon MC1, Nuttall FQ, Saeed A, Jordan K, Hoover H. An increase in dietary protein improves the blood glucose response in persons with type 2 diabetes. Am J Clin Nutr. 2003;78(4):734-41.
  1. Foster GD, Wyatt HR, Hill JO, McGuckin BG, Brill C, Mohammed BS, Szapary PO, Rader DJ, Edman JS, Klein S. A randomized trial of a low-carbohydrate diet for obesity. N Engl J Med. 2003;348(21):2082-90.
  2. Stern L, Iqbal N, Seshadri P, Chicano KL, Daily DA, McGrory J, Williams M, Gracely EJ, Samaha FF. The effects of low-carbohydrate versus conventional weight loss diets in severely obese adults: one-year follow-up of a randomized trial. Ann Intern Med. 2004;140(10):778-85.
  1. Gardner CD, Kiazand A, Alhassan S, Kim S, Stafford RS, Balise RR, Kraemer HC, King AC. Comparison of the Atkins, Zone, Ornish, and LEARN diets for change in weight and related risk factors among overweight premenopausal women: the A TO Z Weight Loss Study: a randomized trial. JAMA. 2007;297(9):969-77.
  1. Miyashita Y1, Koide N, Ohtsuka M, Ozaki H, Itoh Y, Oyama T, Uetake T, Ariga K, Shirai K. Beneficial effect of low carbohydrate in low calorie diets on visceral fat reduction in type 2 diabetic patients with obesity. Diabetes Res Clin Pract. 2004;65(3):235-41.
  1. Larsen TM1, Dalskov SM, van Baak M, Jebb SA, Papadaki A, Pfeiffer AF, Martinez JA, Handjieva-Darlenska T, Kunešová M, Pihlsgård M, Stender S, Holst C, Saris WH, Astrup A; Diet, Obesity, and Genes (Diogenes) Project. Diets with high or low protein content and glycemic index for weight-loss maintenance. N Engl J Med. 2010;363(22):2102-13. doi: 10.1056/NEJMoa1007137.
  1. Ludwig DS. Clinical update: the low-glycaemic-index diet.Lancet. 2007;369(9565):890-2.

Política de Entrega

→ POLÍTICA DE ENTREGA

Ao comprar em nosso site você receberá seus produtos de maneira rápida, eficiente e segura. Conforme o pagamento for realizado (Boleto ou Cartão) sua confirmação poderá ocorrer em até 48 horas uteis (Prazo este que é estipulado pelas instituições bancárias).

Produto Online - Será encaminhado um e-mail com a confirmação de pagamento e os dados para acesso.

Produto Físico - Será encaminhado um e-mail com a confirmação do pagamento e um SMS com o código de rastreio para acompanhar a entrega do produto.

Em caso de dúvida o cliente poderá nos contatar através do e-mail [email protected] para esclarecimento.

 

→ PRAZO DE ENTREGA

Produto Online  Após a confirmação de pagamento via boleto ou cartão em até 48 horas uteis o cliente recebe um e-mail com os dados de acesso para a plataforma online de acordo com o produto adquirido. Esses dados são de uso exclusivo do titular da compra não podendo ser repassados para terceiros.

Produto Físico  A entrega dos produtos pode variar conforme a quantidade, o local de entrega e o tipo de envio escolhido, a estimativa do prazo de entrega poderá ser consultada na página do produto antes mesmo da compra ser realizada, basta escolher a opção Correio/Transportadora, informar o seu CEP e clicar na opção “OK”.

LEMBRE-SE que o prazo de entrega, começa a ser considerado após a confirmação do pagamento pela instituição financeira.

Em todos os casos, o cliente pode encaminhar uma solicitação para o e-mail [email protected]  e assim receber orientações sobre a entrega.

 

→ OPÇÕES DE RECEBIMENTO DO PRODUTO

Produto Online - Os produtos ficam disponíveis nas plataformas online, para acessá-los basta iniciar o Login com o e-mail cadastrado e a senha que são enviados após a confirmação de pagamento. O acesso é vitalício e o cliente pode  contar com o suporte  do produto através do e-mail [email protected]

Produto Físico - Ofertamos o frete inteiramente GRÁTIS que será realizado pela nossa transportadora no endereço informado no momento do cadastro. Em algumas localidades a entrega só será efetuada pelos correios, ainda assim GRATUITAMENTE.

 

→ POLÍTICA DE TROCA E DEVOLUÇÃO

Pode ficar tranquilo! Nós faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para resolver o seu problema. Na constatação de qualquer equívoco com a sua compra, você poderá entrar em contato com o nosso Suporte Técnico o mais rápido possível.

Produto Online - O cliente que não estiver satisfeito com o produto e desejar o cancelamento/reembolso deverá se atentar a garantia ofertada de 30 dias após a confirmação do pagamento. Para isso o cliente deverá encaminhar uma solicitação para [email protected] e aguardar as orientações via e-mail para conclusão do atendimento.

O cliente deve se atentar ao prazo de 48 horas uteis para responder o nosso e-mail com as orientações, pois caso o mesmo apenas encaminhe a solicitação e não finalize o processo, o cancelamento não será efetuado.

Produto Físico - Neste caso o prazo para nos comunicar é de até 07 (sete) dias corridos contados a partir da data de entrega (conforme lei do consumidor). Feito o contato, o cliente deverá seguir as orientações enviadas por e-mail e REENVIAR o produto para nossa transportadora.

No caso de troca ou devolução por cancelamento é imprescindível que a embalagem do mesmo esteja íntegra e com o lacre de segurança intacto.

 

→ REEMBOLSO

O reembolso será realizado no valor total do(s) produto(s) devolvido(s) ou cancelado(s) utilizando a mesma forma de pagamento escolhida no processo de compra.

Produto Online - O cliente possui um prazo de 30 dias corridos de garantia a contar após a aprovação do pagamento seja por boleto ou cartão, dentro deste prazo o cliente poderá solicitar o pedido de cancelamento/reembolso. O prazo de reembolso, é de responsabilidade do site de vendas no qual o cliente adquiriu o programa, sendo que o prazo para efetivação do reembolso é de 30 a 60 dias a contar da data de finalização do atendimento.

Nas compras realizadas através de boleto bancário o cliente deve seguir as orientações e encaminhar os dados bancários do titular da compra do(s) produto(s) para reembolso. Já em casos de cartão de credito o valor será devolvido na opção de credito em suas próximas faturas de acordo com a data de fechamento da mesma.

Reembolso para renovação da assinatura: Você pode solicitar o cancelamento da renovação a qualquer momento, antes do aniversário da assinatura. Se você esqueceu e deixou para cancelar após a cobrança, você pode solicitar o reembolso do valor debitado na renovação em no máximo 7 dias corridos.

Produto Físico - Após a solicitação de cancelamento/troca conforme nossa POLÍTICA DE TROCA E DEVOLUÇÃO, serão solicitadas algumas informações ao cliente, e nossa equipe entrará em contato com a transportadora para verificar qual a situação/localização do produto. O cliente deve receber o produto no local informado no momento da compra, não violar a embalagem ou o produto e enviá-lo ao endereço da transportadora arcando com os custos necessários para o envio e aguardar informações via e-mail para conclusão do cancelamento/troca da compra.

 

→ PRAZOS DE REEMBOLSO

Pagamento com Cartão de Crédito: o estorno será visualizado em até duas faturas após a conclusão da devolução, dependendo da data de vencimento do cartão.

Pagamento com Boleto Bancário/Dinheiro: o reembolso será feito na conta bancaria do titular do pedido em até 5 dias úteis após a conclusão da devolução. O reembolso não poderá ser efetuado em conta de terceiros.

 

→ ENDEREÇO DA TRANSPORTADORA

Marina Ciufuli Zanfelice, Nº 280, Lapa, São Paulo/SP CEP: 05040-000
Destinatário: PIER8 - Castro Comércio Digital Eireli

 

→ INFORMAÇÕES

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica. Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado.

A Rocha e Stein Ltda ME reservasse no direito de não atender pedidos que não estejam de acordo com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).